Escolha uma Página

Por Priscila Falchi

As mídias sociais estão atualmente entre os tópicos mais discutidos entre os profissionais de marketing das empresas B2C.

Estes profissionais já perceberam há muito tempo que esta forma de comunicação e o relacionamento direto com seus os consumidores finais permitem às empresas de bens de consumo entenderem e atenderem melhor a necessidade do mercado.
As empresas B2B, no entanto, demoraram um pouco para compreender as oportunidades oferecidas pelas mídias sociais.

Há poucos anos era inimaginável para muitos empresários B2B a possibilidade de que estratégias em mídias sociais surtissem qualquer resultado ou que houvesse alguma sinergia com o seu tipo de negócio. Tinha-se em mente que o perfil corporativo não se encaixava com esta forma de comunicação.

Hoje, felizmente, este quadro está começando a mudar. As empresas de todos os segmentos, inclusive as de serviços B2B estão começando a traçar estratégias de marketing incorporando as mídias sociais.
Como exemplo, posso citar a enormidade de blogs, fóruns e redes sociais e vídeos relacionados ao esclarecimento de dúvidas e compartilhamento de informações sobre contabilidade, utilizadas por empresas prestadoras de serviços desse segmento.

Desde 2007 o governo vem implantando gradativamente novas regras fiscais, contábeis e tributárias, tais como: a obrigatoriedade de entrega do SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) e adequação às normas do IFRS (International Financial Reporting Standards) com a Lei 11.638/07.
Essas novas legislações fizeram com que milhares de contabilistas mudassem a forma de apresentar as suas escriturações contábeis e fiscais, assim, como os seus balanços, se vendo obrigados a se atualizarem e reciclarem seus conhecimentos. Com isso, grande parte destes profissionais recorreu a diversas redes sociais, blogs, sites específicos, vídeos e fóruns para debater e entender o assunto.

Muitos destes canais de comunicação são mantidos por empresas prestadoras de serviços e sistemas Fiscais e Contábeis, sendo que estas tiveram a oportunidade de criar um novo grau de comunicação com seu público alvo.

Vemos com isso que por trás de cada empresa ou rede social existem pessoas de carne e osso que se relacionam e compartilham conteúdos dirigidos, por isso, as redes sociais são perfeitamente aplicáveis em empresas de quaisquer segmentos, inclusive nas relações business to business.

Publicado em 31/10/2011 às 22:20